Procrastinar não é o problema

despertando borboletas procrastinação_h

Se você sofre com a procrastinação e sente que algo a impede de tirar os projetos do papel, saiba que o problema pode não ser apenas falta de técnica.

Através das redes sociais, é comum eu receber mensagens de futuras empreendedoras que, por mais que tenham especificado seus objetivos e saibam quais os passos devem ser dados para alcançá-los, não conseguem sair do lugar. Elas procuram por dicas, técnicas ou ferramentas para vencer a procrastinação e serem mais produtivas.

O problema é que só a estratégia não garante o resultado desejado. Se garantisse, todo mundo que estudou sobre organização e gestão de tempo já teria resolvido esse problema e não é o que acontece.

Uma das coisas que faz com que não caminhemos na direção dos nossos objetivos é o desalinhamento entre quem deveremos ser para alcançar e manter esses objetivos e quem somos atualmente.

Como assim, Dri?

 

Se você está insatisfeita profissionalmente, pode ser que idealize a vida de empreendedora como sendo a solução para seus problemas.

O fato é que, mesmo trabalhando com algo que você ame, você também enfrentará problemas nessa nova realidade, além de perder coisas que podem lhe satisfazer em sua situação atual.

Digamos que você trabalha em uma empresa e, por mais que não se sinta realizada, o fato de estar sempre rodeada de gente te faz feliz! Você adora a conexão que possui com as pessoas, gosta de poder trocar ideias e propor soluções junto com sua equipe.

Se você se sente bem com isso, certamente está atendendo algo que valoriza por estar perto dessas pessoas, talvez: pertencimento, conexão, status, etc.

Ao empreender, muito provavelmente você perderá isso e, por mais que não racionalize essa dinâmica, inconscientemente você já sabe que ao alcançar seu objetivo um dos seus principais valores deixará de ser atendido e, sem perceber, você se sabota! 

O fato de seus projetos não saírem do papel passa a te incomodar, você acredita que está faltando conhecimento sobre como manter o foco e ser mais produtiva e, por mais que você estude, a coisa não funciona!

E quando funciona, Dri?

 

Funciona quando você se permite trabalhar seu autoconhecimento, reconhecer seus principais valores e crenças, para então alinhar sua essência com seu objetivo e com a jornada até chegar lá.

A procrastinação normalmente não é o problema, mas sim a racionalização de um bloqueio mais interno! Por isso a importância do desenvolvimento pessoal e do autoconhecimento.

De 0 a 10, o quanto você acha que se conhece?