O que nunca contaram a você sobre empreendedorismo

Paixão

Um dos assuntos do momento é o empreendedorismo. Muitas pessoas querem sair das suas rotinas desconfortáveis e pouco satisfatórias para empreender algo, ter seu próprio negócio, ser seu próprio chefe ou quem sabe lançar uma ideia revolucionária e ficar milionário da noite para o dia.

Como tudo na vida, para se ter algo, você deve estar disposto a doar algo.

Empreender tem um preço que vai além do fator financeiro, são exigidos recursos como tempo, estudo, dedicação, noites mal dormidas. Entretanto, se você estiver disposto a se comprometer, a fazer a acontecer e a se levantar não importa quantas vezes você caia, com certeza, você passará pelo vale aonde muitos desistem e alcançará o pico da montanha!

Nesse momento vem aquela sensação gostosa de conquista, de missão cumprida! Depois de um tempo, porém, pode vir também aquele pensamento: pronto, já fiz, e agora?

No fim das contas, tudo acaba virando o Fusquinha...

Chega um momento que toda novidade vira algo comum, como quando você compra um carro novo. Imagine que você tinha um Fusquinha velhiiiinho, caindo aos pedaços. Você se esforça, trabalha, junta dinheiro e compra um carrão importado, automático com funcionalidades que você não sabe nem falar o nome, mas sabe que tem! Com o passar do tempo, aquele carrão se torna normal. Você se acostuma, se acomoda e passa a vê-lo apenas como um veículo de transporte, assim como você via o seu Fusquinha.

Nas outras áreas da vida também acontecem coisas assim, não acontece? Inclusive, pode acontecer em uma área conhecida como “meu próprio negócio”.

Eu já ouvi histórias de pessoas que saíram do inferno e pararam em outro inferno! Isso mesmo, saíram de um emprego que não gostavam para abrir um negócio que, no final das contas, também não gostavam, foram só por que alguém falou que valia a pena. Resultado: continuaram insatisfeitas, sem realização.

Como essa ideia bate em seu coração?

Qual o segredo então para manter a chama acesa e continuar sentindo aquele calor no peito? A resposta é: A PAIXÃO!

Todo trabalho tem a parte legal e a parte chata, inclusive o negócio dos seus sonhos! Empreender sua paixão significa ter tanto amor pelo seu negócio que você aguenta a parte chata, pois no final vai valer a pena, você estará fazendo aquilo que você gosta, estará cumprindo com seu propósito!

E como encontrar a sua paixão? Pelo autoconhecimento! Esse que pode ser inicialmente trabalhado por você mesmo! Comece a olhar para dentro e perceba: o que faz seus olhos brilharem e seu coração bater mais forte?

Eu encontrei minha paixão, e você?