Conheça um fator potencial que pode estar lhe impedindo de empreender!

Ideia

Empreender basicamente (bem basicamente mesmo) consiste em realizar algo que solucione algum problema ou demanda. Existem vários artigos falando sobre os primeiros passos para empreender, como por exemplo, analisar a viabilidade do produto ou serviço, ter um planejamento financeiro, montar uma estratégia de marketing e vendas, entre outros aspectos. Entretanto, para que tudo isso possa se concretizar, existe um pré-requisito que nem sempre é destacado.

Sempre que alguém tem sucesso no lançamento de um empreendimento, é comum ouvir frases como:

Cara, como eu não tive essa ideia antes? ” ou “Não acredito que ele está ganhando dinheiro com esse negócio tão simples!

De onde vêm essas ideias simples, porém inovadoras, que fazem tanto sucesso?

O início de tudo

Se eu lhe disser que a resposta é óbvia você acredita? Pois bem, essas ideias vêm do PENSAMENTO.

Nesse momento você pode estar me questionando: “Poxa, você está insinuando que eu não penso? ”. De maneira alguma! Com certeza você pensa, mas o ponto é: sobre o que você tem pensado?

Aconteceu comigo há um tempo, após me adaptar com as atividades e responsabilidades no trabalho, eu entrei no modo automático: acordar, treinar, ir para o trabalho, realizar minhas atividades, voltar para casa e dormir. Esse ciclo se repetiu por meses (para não dizer anos).

Embora já estivesse no automático, meu trabalho consumia muita energia! Entretanto, o tempo todo eu pensava somente dentro da caixa, não havia espaços para exercitar a criatividade e eu saia do trabalho tão cansada que não tinha mais recursos para pensar em algo inovador.

A lutadora previsível

Foi em uma aula de boxe que eu percebi o quanto meu lado criativo tinha se atrofiado. Em um dos exercícios eu tinha que dar golpes aleatórios, sem nenhuma sequência específica. Nesse momento eu notei como eu era previsível! Eu fazia sempre a mesma sequência de três golpes repetidamente e, nossa, como foi difícil improvisar! Mais uma vez, eu estava apenas pensando dentro da caixa: criei um processo dentro da minha mente, ele entrou no automático e era só o que eu fazia.

O comportamento tende a ser repetitivo, as pequenas ações normalmente refletem a maneira como você se porta diante dos grandes desafios. Se eu não conseguia montar uma sequência aleatória de golpes, imagine como estava minha criatividade para pensar em soluções, em ideias inovadoras!

Uma vez um colega me disse: você sabe por que ainda não somos ricos? Porque nós trabalhamos demais e não temos tempo para pensar!

Eu achei engraçado na hora, mas fui ligando os pontos e percebi que tudo fazia sentido! Assim como um músculo, se você não usa a criatividade, essa habilidade vai perdendo força e é quando você entra no automático que você a libera para umas férias.

Mas então, como eu ligo a chavinha do pensamento criativo?

Você se lembra da sua infância, de quando uma toalha amarrada no pescoço se transformava em uma capa e você virava um super-herói? Ou de quando você criava mil histórias enquanto brincava com suas bonecas?

Quando crianças, nos permitimos viajar para um mundo de possibilidades, onde qualquer coisa pode acontecer! É nesse mundo de sonhos onde viramos super-heróis e conquistamos tudo o que queremos e é para esse mundo que precisamos ir para despertar e fortalecer nossa potência criativa.

Atualmente, quanto do seu tempo você dedica para sonhar ou praticar atividades que desafiem sua criatividade?

Se a resposta tender a zero e isso parecer desconfortável, o que você poderia fazer para passar a fortalecer seu lado criativo?

Se o tempo for um fator limitante, vou falar uma coisa que talvez lhe inspire: Assim como antes, meu dia continua tendo 24 horas, mas hoje eu percebo a importância de não deixar o músculo da criatividade repousar. Eu também sei da importância da prática de exercícios para minha saúde, mas sempre que podia escapava da esteira, pois, convenhamos, aqueles numerinhos do painel são de enlouquecer (Rs)! O que eu fiz foi juntar as duas coisas! Sempre que vou correr na esteira, aproveito esse tempo para ativar minha criatividade! Tem funcionado bem, viu?

Permita-se sonhar!

Caso você tenha se inspirado e resolva passar a sonhar a partir de já, deixo aqui uma frase do Jorge Paulo Lemann para lhe motivar a ir além:

“Ter um sonho grande dá o mesmo trabalho de ter um sonho pequeno. ”

 

Que você tenha sonhos GIGANTES!